sexta-feira, 20 de abril de 2018

POLÍTICA: Justiça marca eleições suplementares em quatro municípios do RN


Galinhos, Parazinho, Pedro Avelino e São José do Campestre tiveram prefeitos e vices cassados pelo TRE. Cerca de 23,8 mil eleitores devem escolher novos gestores no dia 3 de junho.

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte marcou para o domingo 3 de junho deste ano as eleições suplementares em quatro municípios do estado. Cerca de 23,8 mil eleitores serão mobilizados para escolherem novos prefeitos e vice-prefeitos de suas cidades. Os antigos tiveram mandatos cassados pela Justiça Eleitoral.

Os municípios em questão são Galinhos e Pedro Avelino, ambos na região central, próximo à Costa Branca, além de São José do Campestre e Parazinho, na região Agreste potiguar. A data escolhida é a limite para este tipo de eleição neste ano. Os mandatos dos novos prefeitos seguem até 2020.

De acordo com dados da Justiça eleitora, Galinhos tem 2.322 eleitores aptos. O prefeito Fábio Rodrigues (PRB) e o vice Afrânio Reis (PR) foram cassados por determinação da Justiça em setembro do ano passado, por abuso de poder econômico e político, mas permaneceram nos cargos até março, quando o TRE confirmou a cassação. Com a decisão em segunda instância, o presidente da Câmara assumiu o município interinamente.

Já em abril, o TRE cassou os diplomas da prefeita e do vice-prefeito de Pedro Avelino, Neide Suely Muniz Costa e Nilton Mendes por abuso de poder econômico e político, além de "conduta vedada". Um vereador também perdeu o mandato. Na mesma ação, o deputado estadual José Adécio foi condenado à inelegibilidade, por oito anos. No dia 3 de junho, 6.915 eleitores devem comparecer para escolher a nova liderança para o Executivo municipal.

Em uma mesma sessão, a Justiça Eleitoral negou recursos e confirmou a perda de mandados nas gestões de Parazinho e São José de Campestre, em março deste ano. Em Parazinho, a prefeita Rita de Luzier de Souza Martins (DEM) e a vice Edna Maria de Almeida Câmara, foram cassadas por captação ilícita de votos e abuso de poder econômico. As novos postulantes aos cargos vão disputar por 5.116 votos no município.

Via: Do G1/RN

SAÚDE: Brasil tem 19 mortes por zika, dengue e chikungunya em 2018


O Brasil registrou 19 mortes por zika, dengue ou chikungunya em 2018, mostra boletim epidemiológico do Ministério da Saúde. A dengue fez o maior número de vítimas (15), seguido por chikungunya (3) e zika (1). Os dados são os últimos disponibilizados pelo ministério e se referem ao período de 31 de dezembro de 2017 a 17 de fevereiro de 2018 (a semana epidemiológica 11).

As 19 mortes foram confirmadas laboratorialmente -- outras 68 permanecem em investigação (65 por dengue e 3 por chikungunya). No mesmo período de 2017 (até meados de março), o Brasil contava com 42 óbitos por dengue e 32 óbitos por chikungunya. Um óbito por zika foi observado no ano inteiro de 2017, no estado de Rondônia.
No total, o Brasil teve 19.434 casos confirmados de dengue; 10.030 de chikungunya e 372 por zika em 2018. No ano de 2018, também foram observados 313 casos prováveis de zika em gestantes -- 109 deles confirmados laboratorialmente.

Centro-oeste tem maior número de casos
Os dados do Ministério da Saúde mostram que o centro-oeste apresentou o maior número de casos de dengue, zika e chikungunya em 2018 -- com destaque para Goiás e Mato Grosso. Na dengue, a região foi responsável por 38,6% dos casos; seguida pelo Sudeste (33.7%); Nordeste (15,2%); Norte (8,6%) e Sul (3,9%).

No chikungunya, o Centro-oeste respondeu por 49,5% dos casos; seguido pelo Sudeste (25,3%; Nordeste (13,8%); Norte (10,7%); e Sul (0,8%). No zika, a região tem a maior prevalência a cada 100 mil habitantes: 3 a cada 100 mil; seguida pelo Nordeste (1,4) -- a outras regiões não apresentaram dados estatisticamente relevantes.

Via: Globo. Com
PUBLICIDADE:


SEGURANÇA: Três homens são mortos a tiros em João Câmara - RN


Três homens foram mortos na madrugada desta sexta-feira (20) em João Câmara, município distante 81 quilômetros de Natal. Segundo moradores da região, muitos tiros foram ouvidos e os corpos encontrados logo em seguida.

Ainda de acordo com os moradores, o triplo homicídio aconteceu na rua Professor Abelardo Calafanje, no bairro Açudinho, por volta das 3h. Os homens foram identificados como Italo Matheus Augusto de sousa, de 20 anos, Rafael Barbosa do Nascimento, de 19, e Deiverton da Silva Rufino, de 21.

Segundo testemunhas, as vítimas estavam dentro de uma casa, quantro cerca de 15 homens chegaram em carros, entraram na casa e atiraram. Italo Matheus morreu no local. Os outros dois homens tentaram fugir, corrando pela parte de trás do imóvel. Eles foram mortos cerca de 200 metros depois. Na perseguição, os criminosos ainda chegaram a arrombar as portas de outras casas, achando que eles tinham se escondido.

Via: G1/RN

MUNDO: Gleici é a campeã do BBB 18 e leva prêmio de R$ 1,5 milhão


Com 57,28% dos votos, Gleici é a grande campeã do Big Brother Brasil 2018, e vai levar para casa o prêmio de R$ 1,5 milhão. Após o anúncio do resultado pelo apresentador Tiago Leifert na noite desta quinta-feira, 19, ela agradeceu e dedicou a conquista à família.

A acreana disputou a final do reality com a Família Lima, formada por Ayrton e Ana Clara, que receberau 3,39% dos votos e terminou em terceiro lugar, levando o prêmio de R$ 50 mil; e Kaysar, que foi o vice-campeão do programa, com 39,33% dos votos e o prêmio de R$ 150 mil

A final do programa contou com a participação de todos os participantes desta edição, e foi animada pelos shows de Maiara e Maraisa, Ferrugem e Projota. 

Via: A Tarde

PUBLICIDADE:

quinta-feira, 19 de abril de 2018

POLÍTICA: As contas de Robinson e Rosalba Ciarlini no TCE


O pedido de apreciação das contas do governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), relativas ao exercício financeiro de 2016, que foram reprovadas em dezembro do ano passado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), repercutiu na sessão ordinária de ontem da Assembleia Legislativa.

O presidente da Comissão de Fiscalização e Finanças da Casa, deputado Tomba Farias (PSDB), afirmou que não recebeu o requerimento para que o processo seja julgado dentro de 45 dias, como propõe o deputado Gustavo Fernandes (PSDB), mas confirmou que já está requerendo à Secretaria Legislativa o relatório de 55 páginas com o voto da conselheira do TCE, Maria Adélia Sales, para analisar e colocar a matéria em votação na CFF.

O deputado Nelter Queiroz (MDB) defendeu que a Assembleia coloque em votação as prestações de contas do governador Robinson Faria e da ex-governadora e atual prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP), que ainda não foram apreciadas em plenário. “É importante que venha pra cá, e ser votada, para evitar negociação de alguns parlamentares, que querem fazer com o governo do Estado em troca da liberação de recursos para os municípios”, disse ele

Nelter Queiroz afirmou, ainda, que a Assembleia “nunca votou reprovando contas de nenhum governo do Estado em troca de liberação de recursos para os municípios” e confirmou que votará favoravelmente a aprovação das contas de Robinson Faria e Rosalba Ciarlini; “porque esse é o estilo e o normal da nossa Casa desde que cheguei aqui em 1990”.

Via: TN
 PUBLICIDADE:

quarta-feira, 18 de abril de 2018

ECONOMIA: Dívida dos países bate recorde e ameaça economia mundial, alerta FMI

O endividamento dos países chegou a um patamar recorde, puxado pela China, e supera amplamente os níveis de 2009, pouco depois da quebra do banco Lehman Brothers, o que representa um risco para a economia mundial, advertiu nesta quarta-feira (18) o Fundo Monetário Internacional (FMI).

"Não há espaço para a complacência", afirmou Vitor Gaspar, diretor de assuntos orçamentários do FMI antes das reuniões semestrais do Fundo e do Banco Mundial. De acordo com o documento, o conjunto da dívida atingiu US$ 1,64 trilhão em 2016 e representa 225% do PIB mundial.

"O mundo se encontra 12% mais endividado que durante o recorde precedente, em 2009", lamenta o FMI, que atribui o aumento sobretudo a China, que representa 47% do crescimento da dívida desde 2007. O endividamento deve prosseguir após a aprovação nos Estados Unidos de uma reforma fiscal que provocará um crescimento do déficit orçamentário em US$ 1 trilhão nos próximos três anos, elevando a dívida do país a 116% do PIB até 2023.

Nos países desenvolvidos, a dívida está em 105% de seu PIB, o nível mais elevado desde o fim da Segunda Guerra Mundial, e nos países emergentes alcança 50%, uma proporção inédita desde a crise da dívida dos anos 1980, que atingiu duramente as economias em desenvolvimento.

"A experiência demonstra que os governos com mais sucesso são aqueles que se preparam logo que surgem nuvens no horizonte", disse Gaspar, antes de pedir aos Estados que adotem medidas para evitar problemas em caso de crise. Um endividamento e déficit importantes reduzem as capacidades dos governos de responder com políticas orçamentárias que reforcem a economia em caso de recessão", destacou o FMI.

Os países emergentes poderiam ser as primeiras vítimas: "O endividamento se encontra em um nível muito elevado no mundo inteiro e geralmente a dívida acontece em dólares", recordou o economista chefe do FMI, Maurice Obstfeld, na terça-feira. Nestas condições, caso os Estados Unidos aumentem de maneira mais rápida que o previsto as taxas de juros, os países emergentes sofreriam as consequências.

Via: G1

REGIÃO: Operação conjunta do ministério Público, Polícia Civil e Militar realiza prisões e apreende armas em Assú

Uma ação conjunta do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), Polícia Militar e Polícia Civil foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (18) com o objetivo de combater a criminalidade na região conhecida como “Buraco d’água”, no município de Assu.

A operação Kiriri-Açu cumpriu 10 mandados de busca e apreensão em residências e estabelecimento comercial na região. Investigações do MPRN concluíram que os locais serviam para armazenar entorpecentes e armas utilizados na atividade criminosa. O nome da operação é uma expressão em tupi-guarani que significa “grande sossego”, remetendo à ideia de necessária pacificação na violenta região.

A ação resulta de uma investigação das Promotorias de Justiça Criminais de Assu, com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do MPRN (Gaeco) do MPRN, e foi iniciada após a ocorrência de uma série de atos de violência na região também investigados pela Polícia Civil.

Além do cumprimento de 10 mandados de busca e apreensão, a operação Kiriri-Açu prendeu 4 pessoas em flagrante por posse de arma de fogo, vultosa quantia em dinheiro fracionado, além de munições e diversos itens relacionados ao tráfico de drogas, como balança de precisão, lâminas para corte de entorpecentes e material para embalagem.

Via: MPRN